• FINAL 2 - familia flores

    100% Natural

    EcoAdubo oferece nutrição orgânica saudável para plantas

  • FINAL2 - bebe com cachorro na grama

    Seguro e Confiável

    Sem odor e livre de bactérias. Pode ser usado próximo a animais de estimação.

  • FINAL CASAL IDOSO

    Age por muito mais tempo

    Os nutrientes são liberados durante a rega, proporcionando uma nutrição constante e duradoura.

  • FINAL casal cesta verduras

    Rende Muito

    Cada embalagem é suficiente para adubar 40 vasos ou 15m2 de jardins e gramados.

  • FINAL 3 - homem jardim

    Dura mais

    Até dois meses de ação contínua. Plantas bonitas, fortes e saudáveis. Maior resistência à ação de pragas e doenças.

  • FINAL - MAE E FILHA JARDIM

    Rápido e Fácil de Aplicar

    O formato granulado torna simples a aplicação e facilita o enraizamento.

  • FINAL Casal Escolhendo Flores

    Ideal para todos os tipos de plantas

    Inclusive nas flores mais delicadas como orquídeas, rosas e violetas.

  • FINAL 3 - mao juntas muda planta

    Ecologicamente Correto

    Aumenta a fertilidade do solo e sua capacidade de fornecer nutrientes.

  • FINAL - menino oferecendo bouquet flor menina

    Qualidade Comprovada

    Aprovado pelo Ministério da Agricultura e atestado por laboratório ISO 17025:2005.

Tecnologia para desintegrar garrafas PET é desenvolvida pela Petrobras

Pesquisadores da Petrobras estão desenvolvendo um processo para acelerar a degradação do polímero que compõe as garrafas PET em até sete dias. A tecnologia do Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes) utiliza enzimas que possibilitam recuperar os componentes das garrafas, sob pressão e temperatura brandas.

Iniciados há quatro anos, os estudos obtidos já permitem “vislumbrar a viabilidade técnica de uma utilização desse processo em larga escala”.

Uma das maiores vilãs para o meio ambiente, principalmente para o ecossistema marinho, a produção mundial de garrafas PET é estimada em 50 milhões de toneladas por ano e o percentual de reciclagem é de 18%. Leia Mais

SP: Recicláveis podem ser trocados por cursos profissionalizantes

Os moradores da Cidade Tiradentes, na Zona Leste de São Paulo, ganharam um espaço onde poderão trocar resíduos recicláveis por cursos profissionalizantes, produtos alimentícios, entre outros benefícios.

A Casa SO+MA é uma iniciativa da startup SO+MA, focada no inventivo de novos hábitos e no empreendedorismo social, e do Grupo Heineken no Brasil. O espaço foi inaugurado no último dia 31 de outubro.

Ali vai funcionar SO+MA Vantagens, primeiro programa de fidelidade para moradores de comunidades em todo o Brasil. Ele dará às famílias participantes a chance de trocar resíduos recicláveis por pontos para a realização de cursos profissionalizantes (gastronomia, fotografia e beleza), cursos de inglês ou por alimentos. Leia Mais

Neurocientistas recomendam: Visite o mar com frequência

Quem vive nas grandes metrópoles sente um prazer imenso e uma sensação de bem estar inenarrável em passar alguns dias em meio à natureza. Isso não acontece somente porque viajar e se afastar um pouco da correria do dia a dia, é uma das melhores coisas da vida – se não a melhor, mas por uma questão de pura química cerebral.

A neurociência está conseguindo mostrar que, quando estamos em contato com o mar, ativamos o córtex pré frontal de nosso cérebro, área diretamente associada com as emoções e a autorreflexão. Poucos minutos que passamos apenas observando o mar e sua imensidão podem fazer a diferença em nossas vidas.

Aquela sensação de paz e bem estar não é ilusão, mas pode trazer inúmeros benefícios às nossas vidas. Veja só quais são eles: Leia Mais

Proteína da planta inibe progressão do câncer de mama triplo-negativo

Um dos tumores mais agressivos e para o qual houve menos avanços no desenvolvimento de terapias nos últimos anos, o câncer de mama triplo-negativo ainda não conta com um tratamento específico e um agente que consiga combatê-lo.

Uma proteína extraída de sementes de árvores da espécie Enterolobium contortisiliquum – conhecida popularmente como tamboril ou orelha-de-macaco – pode ser a esperança para o tratamento dessa doença, no futuro.

Pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) constataram durante um estudo que a proteína é capaz de inibir a migração e a metástase de câncer de mama triplo-negativo e de outros tipos de tumor, como o gástrico e o de pele (melanoma).

Os resultados foram apresentados por Maria Luiza Vilela Oliva, professora da Unifesp e coordenadora da pesquisa, em palestra na Fapesp Week Belgium. O encontro, que está sendo realizado em Bruxela, de 8 a 10 de outubro, reúne pesquisadores brasileiros e belgas com o objetivo de estreitar parcerias em pesquisa. Leia Mais